Tratamento endodôntico na terceira idade: Revisão de literatura

Carollina Moreira Borges, Paulla Fernanda Cury Silva, Renata Pereira Georjutti, Rodrigo Antônio de Faria, Nara Sarmento Macedo Signorelli, Caren Moreira Borges

Resumo


O envelhecimento pode gerar alterações morfológicas, funcionais, bioquímicas e psicológicas no ser humano, fazendo com que a população idosa desenvolva doenças sistêmicas que se relacionam diretamente com a cavidade bucal. O processo fisiológico decorrente da idade, associado à dificuldade em realizar atividades do dia a dia, no processo de escovação dentária, a necessidade da ajuda de cuidadores, dificuldade na abertura bucal, falta de cooperação, comportamentos agressivos, e a falta de colaboração aceleram os processos iniciados pelas patologias sistêmicas. Este estudo é baseado em uma revisão de literatura e relatos de casos clínicos por meio de artigos científicos que abordam o tratamento endodôntico na terceira idade, e tem por objetivo desmistificar este atendimento em pacientes idosos, identificando as principais dificuldades encontradas e alternativas para superá-las.


Texto completo:

Tratamento endodôntico

Apontamentos

  • Não há apontamentos.