Diagnóstico Tomográfico em Cirurgia Plástica Periodontal

Guilherme Pires Costa, Karine Regina Tolesano Loureiro, Thalita Braga Nazaro, Jessica Sthephanie Martins, Denildo de Magalhães

Resumo


As radiografias intra-orais, em especial as periapicais e interproximais continuam a ser o recurso de diagnóstico por imagem mais utilizado para avaliação periodontal. Entretanto, ao optar por esses recursos devemos lembrar que estruturas tridimensionais ao serem representadas por exames bidimensionais sofrem com distorções, ampliações e sobreposições de estruturas, o que pode influenciar negativamente no diagnóstico. Sendo assim o objetivo desse trabalho é demonstrar a superioridade do uso do exame tridimensional por imagem utilizando a Tomografia Computadorizada por Feixe Cônico (TCFC), em comparação com o exame bidimensional em pacientes a serem submetido a Cirurgia Plástica Guiada Periodontal com finalidade estética para recuperação do sorriso gengival. Paciente apresentava margem gengival com um contorno irregular e assimétrico sobrepondo a junção amelo-cementária e determinando uma dimensão cervico apical reduzida para as coroas clínicas dos elementos anteriores superiores. Foi submetido a moldagem e confecção de modelos e realizado uma TCFC com objetivo de identificar as estruturas dentais, periodontais e suas relações.A partir dos comprimentos ideais foram estabelecidos os novos contornos gengivais, enquanto que a dimensão JCE-CO (Junção Cemento Esmalte – Crista Óssea) permitiu determinar a técnica cirúrgica periodontal plástica a ser utilizada, resultado estético e funcional satisfatório e pevisibilidade da técnica.

Palavras-chave: exames radiográficos, tomografia computadorizada por feixe cônico, cirurgia plástica guiada periodontal.


Texto completo:

Diagnóstico Tomográfico

Apontamentos

  • Não há apontamentos.