Cárie Dentária e Flúor: Uma Relação do Século XX

Yêza Maria Souza Assunção, Renata Pereira Georjutti, Daniela Navarro Ribeiro Teixeira

Resumo


A cárie dentaria é uma patologia muito recorrente, porém fácil de ser prevenida. Sua formação é a principal consequência da má higiene oral com o acúmulo de restos alimentícios na cavidade bucal, diminuindo assim o seu pH (o deixando mais ácido) e causando a desmineralização do esmalte dentário, favorecendo a formação de Streptococcusmutans, um dos principais microorganismos causadores da cárie. O flúor é o principal fator contribuinte para a prevenção da proliferação da cárie, sendo responsável pelo processo de desmineralização e remineralização do esmalte dentário, além disso tem função antimicrobiana e antienzimática, eliminando algumas dessas bactérias patológicas e evitando sua multiplicação. Desta forma, é visto que a utilização correta do flúor na higienização bucal pode, sim, contribuir como fator de prevenção da proliferação da cárie e deterioração do esmalte dentário, sendo uma alternativa acessível para prevenção da patologia.

Palavras-chave:Cárie dentária, Fluor, Cálcio, Fósforo, Desmineralização, Remineralização

Texto completo:

Cárie Dentária e Flúor

Apontamentos

  • Não há apontamentos.