Curetagem periapical e apicoplastia – Relato de caso

Laila Leal Costa Nunes, Juliana Borges Mundim, Leandro Carvalho Quirino, Renata Pereira Georjutti, Rodrigo Antônio de Faria

Resumo


A constante evolução das técnicas endodônticas possibilita os tratamentos alcançarem altas taxas de sucesso, porém esses procedimentos estão sujeitos a falhas em sua execução. Assim, a cirurgia parendodôntica torna-se um tratamento coadjuvante frente casos de insucesso. Este trabalho tem por objetivo apresentar um relato de caso de uma lesão periapical persistente com consequente curetagem apical e apicoplastia. Paciente do gênero masculino, 42 anos, compareceu à clínica odontológica queixando dor e edema no palato. Após os testes de sensibilidade pulpar, palpação e avaliação radiográfica, foi possível identificar o elemento 12 com tratamento endodôntico insatisfatório, com extensa imagem radiolúcida correspondente à reabsorção óssea periapical. Definiu-se diagnóstico de Abscesso Apical Agudo sugestivo de Abscesso Fênix. Antibioticoterapia, drenagem e retratamento endodôntico foi realizado e após 6 meses ocorreu nova agudização do quadro. Após a loja cirúrgica ser acessada através de osteotomia, o tecido inflamatório foi curetado e iniciou-se a apicoplastia com desgastes do ápice radicular. Foram removidos 2 mm e constatou-se que o canal estava com selamento endodôntico apical satisfatório. Assim, não foi usado material retro obturador. Controles semestrais durante 2 anos são necessários para reavaliações clínicas e radiográficas, sendo que o primeiro controle semestral sugeriu início do reparo ósseo.

Palavras-chave: Endodontia,retratamento endodôntico, curetagem apical, apicoplastia.


Texto completo:

Curetagem periapical

Apontamentos

  • Não há apontamentos.