Avaliação clínica de reabilitações unitárias posteriores sobre implante com pilares UCLA calcináveis

Pedro Henrique Moreira de Oliveira, Eduardo Tadashi Pinto Emi, Roberto Sales e Pessoa, Douglas Silva de Macedo

Resumo


O objetivo deste estudo retrospectivo foi avaliar clinicamente o sucesso e as complicações das reabilitações de próteses parciais metalocerâmicas com pilares da UCLA suportados em implantes de conexão de hexágono externo na região posterior da cavidade oral. Este estudo clínico retrospectivo envolveu 25 pacientes com 91 próteses múltiplas suportadas por implantes de conexão hexagonal externa e com pilar do tipo UCLA. Análises clínicas e radiográficas foram realizadas para avaliar as condições da prótese, os tecidos peri-implantes e para medir o nível ósseo ao redor dos implantes. As taxas de sobrevivência dos implantes também foram avaliadas. Nenhum implante foi perdido durante o período de avaliação, o que proporcionou 100% de sobrevida após 4 a 10 anos de acompanhamento. Em relação às complicações observadas nas reabilitações, verificou-se que ocorreu algumas complicações. Verificou-se que a presença de biofilme, oclusão desfavorável  e o antagonista da prótese sendo um dente natural apresenta risco significativo para complicações peri-implantares. Conclui-se que, apesar das taxas relativamente altas de complicações protéticas e peri-implantares, a reabilitação de espaços edêntulos posteriores com próteses parciais com conexão hexagonal externa com pilar da UCLA é previsível e apresentou altas taxas de sobrevida após 4-10 anos de seguimento.


Texto completo:

Avaliação clínica

Apontamentos

  • Não há apontamentos.