Reintervenção endodôntica com abertura minimamente invasiva em caso de lesão periapical persistente - Relato de caso

Pedro Henrique Duarte Oliveira, Nara Sarmento Macedo Signorelli

Resumo


A endodontia tem como busca devolver as condições de normalidade e saúde para o elemento dental. Um bom preparo químico mecânico é fundamental nesse processo. As periodontites apicais persistentes após o tratamento endodôntico radiograficamente satisfatório, mas em que houve quebra de cadeia asséptica estão associadas à presença de contaminação bacteriana especialmente na região de terço apical, considerada zona crítica, e se caracterizam pela presença de reabsorção óssea periradicular. Nesses casos, a primeira opção é a reintervenção endodôntica não cirúrgica e posterior reavaliação da necessidade de intervenção cirúrgica. O objetivo desse trabalho foi avaliar através do relato de um caso clínico, aspectos relacionados reintervenção endodôntica com abertura coronária minimamente invasiva em casos de lesão periapical persistente e reabilitação recente.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.