Enxerto conjutivo utilizando biomaterial: Relato de caso

Thamyrys Isabella Gonçalves, Ketlyn Maia de Almeida, Rafael Rezende Cardoso, Karina Angélica Nascimento de Melo, Eduardo Tadashi Pinto Emi

Resumo


A recessão gengival é a migração apical da margem gengival, que faz com que a superfície radicular se apresente exposta. O tratamento de recobrimento radicular através de enxerto conjuntivo apresenta alta previsibilidade em longo prazo, e é considerado o padrão ouro. Porém, a área doadora promove pós-operatório mais traumático. Diferentes técnicas e possibilidades menos invasivas têm encorajado pacientes buscarem tratamento para a melhora estética. A matriz dérmica acelular MUCODERM, é uma matriz colágena tridimensional de origem xénogena, que permite a colonização de fibroblastos, e tem se apresentado como uma excelente alternativa frente ao enxerto de tecido mole autógeno. O presente caso clínico relata uma paciente, parda, 58 anos de idade, que obtinha recessões gengivais múltiplas classe I e II de Miller. Paciente se queixava de hipersensibilidade dentinária e ausência de estética. Foi proposto à paciente o tratamento de recobrimento radicular com utilização do biomaterial Mucoderm. Destaca-se o elemento 13 que apresentava 11 mm de recessão classe II de Miller, tornando o caso clínico desafiador. Conclui-se que neste estudo a utilização do Mucoderm alterou o fenótipo gengival, apresentou ótima biocompatibilidade e neovascularizacao, permitindo a regeneração dos tecidos moles em posição de margem gengival adequada.


Texto completo:

Enxerto conjutivo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.