Cisto de Natureza Inconclusiva – Relato de Caso Clínico

Luísa Lanna de Reis Rocha, Ricardo Pedro da Silva, Danyella Carolyna Soares dos Reis, Marcelo Caetano Parreira da Silva, Mirna Scalon Cordeiro, Adriano Mota Loyola

Resumo


Cisto e? uma cavidade patolo?gica revestida por tecido epitelial e muitas vezes preenchida por li?quido. A maioria dos cistos dos ossos gna?ticos e? revestida por epite?lio derivado de epite?lio odontoge?nico, e por essa raza?o, sa?o denominados cistos odontoge?nicos. Paciente D.L, 15 anos, ge?nero masculino, compareceu ao atendimento no ambulato?rio. Apresentava-se assintoma?tico e ao exame cli?nico, ause?ncia de dor a percussa?o, ause?ncia de fi?stula e teste de vitalidade pulpar positivo. Na radiografia, observou-se lesa?o radiolu?cida, unilocular, de formato arredondado, associada a coroa do elemento 47 e presenc?a de reabsorc?a?o das rai?zes do elemento 46 pro?ximo a lesa?o. A presenc?a de reabsorc?a?o da raiz denta?ria levantou as hipo?teses de diagno?stico para Ameloblastoma ou Queratocisto Odontoge?nico. Para conclusa?o do diagno?stico e planejamento do tratamento, foi realizada bio?psia incisional com posterior marsupializac?a?o da lesa?o e o laudo histopatolo?gico foi inconclusivo para as hipo?teses de Ameloblastoma e Queratocisto Odontoge?nico. Apo?s dois meses, foi realizada nova bio?psia e marsupializac?a?o, o novo laudo histopatolo?gico foi sugestivo para Cisto de origem inflamato?ria. Foi observado neoformac?a?o o?ssea na regia?o da lesa?o. Apo?s 2 meses foi realizado exe?rese da lesa?o e remoc?a?o das unidades 47 e 48. Paciente segue sem alterac?o?es sob proservac?a?o e acompanhamento do Endodontista e da equipe de Cirurgia.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.