Tratamento cirúrgico de paciente com transmigração de canino permanente mandibular – relato de caso

Giulia Silva Almeida, Lair Mambrini Furtado, Daniela Meneses Santos, Cristovão Marcondes de Castro Rodrigues, Étore Goulart Chagas, Mirlany Mendes Maciel Oliveira

Resumo


A chamada transmigração é a migração pré-eruptiva de um dente através da linha média, sendo essa condição rara e com etiologia desconhecida. O objetivo desse trabalho é relatar o caso clínico de um paciente encaminhado ao ambulatório da cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia para extração do dente 33 localizado no terço inferior do mento. Paciente sexo masculino, 17 anos de idade, foi encaminhado pelo ortodontista para exodontia do dente 33 alojado no terço inferior do mento. Após avaliação da equipe descartou-se a possibilidade de tracionamento dentário. Para a realização de um correto planejamento cirúrgico foi solicitado exames de imagem como tomografia computadorizada cone bean. No corte axial foi observada a posição do dente por vestibular a 2,5mm de distância do forame mentoniano do quarto quadrante e constatou-se que não havia ruptura da cortical óssea. Não havendo contraindicações, o procedimento foi realizado sobre anestesia local com uma incisão linear em fundo de vestíbulo de canino direito a incisivo central esquerdo. Foram passadas recomendações pós-operatórias usuais pertinentes ao caso além de prescrição domiciliar. Afim de estabelecer a terapia adequada, casos de transmigração de canino em mandíbula devem ter um planejamento clinico e radiográfico minucioso.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.