Relato de caso: cisto odontogênico ortoqueratinizado em jovem adulta

Caio Melo Mesquita, João César Guimarães Henriques, Pedro Victor Silva Duarte, Jonas Dantas Batista, Fábio Franceschini Mitri, Sérgio Vitorino Cardoso

Resumo


O Cisto Odontogênico Ortoqueratinizado (COO) é uma lesão rara, classificada atualmente como um tipo de cisto de desenvolvimento odontogênico independente do queratocisto odontogênico. Clínica e imaginologicamente, os dois cistos podem ser muito semelhantes; contudo, quanto ao exame histopatológico e o prognóstico, o COO revela características próprias representadas por um comportamento menos agressivo, proliferação mais lenta e potencial recidivante menor do que o queratocisto. O presente trabalho relata o caso da paciente B.M.F. de 18 anos, gênero feminino, leucoderma e assintomática, que foi encaminhada ao ambulatório de estomatologia devido a presença de lesão radiolúcida bem delimitada na região posterior da mandíbula do lado direito, visualizada por meio de radiografia panorâmica e tomografia computadorizada. A punção aspirativa foi negativa para líquido. Realizou-se biópsia incisional de tecido intralesional, cuja macroscopia revelou um material brancacento e amolecido. Optou-se pela descompressão lesional e as hipóteses diagnósticas foram de cisto ou tumor odontogênico benigno. A microscopia foi compatível com COO. Depois de 4 meses, novos exames de imagem mostraram excelente recuperação e foram feitas enucleação e outra curetagem da lesão. Após 18 meses, paciente encontra-se bem e a área lesional completamente preenchida por osso neoformado.


Texto completo:

Relato de caso

Apontamentos

  • Não há apontamentos.