AVALIAÇÃO DA DOR LOMBAR EM ESTUDANTES DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR PRIVADA

Valéria Sachi Magazoni, Marcos Alves de Lima, NATALIA TAVARES RODRIGUES

Resumo


RESUMO Introdução: Amplamente definida como dor ou desconforto na região lombar da coluna vertebral, a lombalgia é a principal causa de limitação de atividade. Está associada a múltiplos fatores de risco, incluindo individual (sexo, idade, estilo de vida, capacidade física e peso corporal), psicossocial (ansiedade, depressão, apoio social e satisfação no trabalho), e fatores físicos (trabalho manual difícil, levantamento de peso pesado, posturas desconfortáveis por muito tempo, etc.). Estudos mostraram uma forte associação entre a dor lombar e ocupações permanentes, sendo bastante comum em estudantes. Objetivo: Avaliar a dor lombar em estudantes do curso de Medicina Veterinária de uma instituição de ensino superior privada do município de Uberlândia – MG. Metodologia: A amostra foi composta por 223 alunos, de ambos os sexos, do curso de Medicina Veterinária de uma instituição de ensino superior privada no município de Uberlândia – MG. Foi realizada a aplicação do questionário Índice De Incapacidade Oswestry para coleta de dados, que avalia a dor lombar e suas repercussões ao indivíduo. Resultados: Os resultados obtidos demonstram que a dor lombar afeta a vida dos entrevistados classificando-os com Incapacidade Mínima e Moderada. Conclusão: Através do questionário utilizado conclui-se que, o grupo 1 foi classificado com Incapacidade Mínima e o grupo 2 com Incapacidade Moderada, porém não tiveram resultados estatisticamente significantes ao se comparar os dois grupos e os gêneros feminino e masculino em todas as questões.


Texto completo:

AVALIAÇÃO DA DOR LOMBAR

Referências


Morris LD, Daniels KJ, Ganguli B, Louw QA. An update on the prevalence of low back pain in Africa: a systematic review and meta-analyses. BMC Musculoskeletal Disorders. 2018 Junho 21; (1): 19-196.

Zanuto EAC, Codogno JS, Christófaro DGD, Vanderlei LCM, Cardoso JR, Fernandes RA. Prevalência de dor lombar e fatores associados entre adultos de cidade média brasileira. Ciênc. saúde coletiva. 2015 Maio; (5): 1575-1582.

Tavee JO, Levin KH. Low back pain. Continuum (Minneap Minn). 2017 Abr; (2): 467-486.

Sribastav SS, Li Z, Wang J, Liu H, Wang H, Zheng Z et al. Risk Factors Associated with Pain Severity in Patients with Non-specific Low Back Pain in Southern China. Asian Spine J. 2018; (3):533-543.

Inoue G, Miyagi M, Uchida K, Ishikawa T, Kamoda H, Eguchi Y, et al. The prevalence and characteristics of low back pain among sitting workers in a Japanese manufacturing company. J Orthop Sci. 2015 Janeiro; (1): 23-30.

Karakolisa T, Barrettb J, Callaghanb JP. A comparison of trunk biomechanics, musculoskeletal discomfort and productivity during simulated sit-stand office work. Ergonomics. 2016 Jan 24; (10): 1275-1287.

Irene L, Katzan MD , Nicolas R, Thompson MS , Steven Z, Passek S et al. The use of STarT back screening tool to predict functional disability outcomes in patients receiving physical therapy for low back pain. The Spine Journal. 2018 Outubro 8; (18): 1529-9430.

Pauli J, Starkweather A, Robins JL. Screening Tools to Predict the Development of Chronic Low Back Pain: An Integrative Review of the Literature. Pain Medicine. 2018 Outubro 10; (0) 1–27.

Chetty L. A Critical Review of Low Back Pain Guidelines. Workplace Health & Safety. 2017 Setembro; (9): 388-394.

Bai Z, Shu T, Lu J, Niu W. Measurement properties of the Functional Rating Index: a systematic review and metaanalysis. Spine. 2018 Abril 13.

Filho CRC, Pereira AHS, Vasconcelos AB. Utilização do índice Oswestry sobre a influência da dor, prática de atividade física, idade e o fumo sobre a dor lombar crônica em universitários. Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências. 2018 Maio; (1): 01-15.

Marich AV , Hwang CT , Salsich GB , Lang CE , Dillen LRV. Consistency of a lumbar movement pattern across functional activities in people with low back pain. Clin Biomech. 2017 Maio ; (44): 45–51.

Oliveira VC, Ferreira ML, Refshauge KM, Maher CG, Griffin AR, Hopper JL, et al. Risk factors for low back pain: insights from a novel case-control twin study. Spine J. 2015 Janeiro; (1): 50-7.

Pakzad M , Fung J , Preuss R. Pain catastrophizing and trunk muscle activation during walking in patients with chronic low back pain. Gait e Posture. 2016 Set; (49): 73-77.

Sribastav SS, Peiheng H, Jun L, Zemin L, Fuxin W, Jianru W, et al. Interplay among pain intensity, sleep disturbance and emotion in patients with nonspecific low back pain. PeerJ. 2017 Maio 16; (5):3282.

Nikoobakht M, Fraidouni N, Yaghoubidoust M, Burri A, Pakpour AH. Sexual function and associated factors in Iranian patients with chronic low back pain. Spinal Cord. 2014; (52): 307–312.

Eerd DV, Irvin E, Couban R, Koes BW, Malmivaara A, Tulder MW, et al. Multidisciplinary biopsychosocial rehabilitation for subacute low back pain. Cochrane Database Syst Rev. 2017 Jun; (6).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.