Avaliação do comportamento mecânico do concreto com a substituição do agregado miúdo por vidro

Camila Cunha Paiva, Leyliane Oliveira de Lima

Resumo


O presente artigo tem como objetivo avaliar o comportamento mecânico de corpos de provas de concreto submetidos à compressão, moldados a partir da substituição parcial de agregado miúdo em um traço de referência por vidro moído em percentuais de 5%, 10%, 15%, 20% e 25%. Os resultados apontaram que houve uma redução da resistência a compressão dos corpos de provas com vidro, entretanto, os corpos de provas com proporções de 5%, 10%, 15% e 25%, apresentaram uma maior redução desta resistência, já os com a proporção de 20% de vidro na sua composição, esta redução foi menor.


Referências


ABNT - NBR 5738:2015. Concreto – Procedimento para moldagem e cura de copos de prova.

ABNT - NBR 5739: 2018. Concreto - Ensaio de compressão de corpos-de-prova cilíndricos.

ABNT – NBR NM 67: 1998. Concreto – Determinação da consistência pelo abatimento do tronco de cone.

ABNT – NBR 9479: 2006. Argamassa e concreto — Câmaras úmidas e tanques para cura de corpos-de-prova.

ABNT – NBR 9778: 2005 Versão Corrigida 2:2009. Argamassa e concreto endurecidos - Determinação da absorção de água por imersão – Índice de vazios e massa específica.

ABNT – NBR 12655: 2015. Concreto de cimento Portland — Preparo, controle, recebimento e aceitação — Procedimento.

ABNT – NBR 7211: 2005. Agregados para concreto – Especificação.

ABNT – NBR NM 248: 2003. Agregados - Determinação da composição granulométrica.

ABNT – NBR NM – ISO 3310-1: 2010. Peneiras de ensaio – Requisitos técnicos e verificação - Parte 1:Peneiras de ensaio com tela de tecido metálico.

ABNT – 15577-1: 2008. Agregados – Reatividade álcali-agregado Parte 1: Guia para avaliação da reatividade potencial e medidas preventivas para uso de agregados em concreto.

ABNT – NBR 6502: 1995. Rochas e solos.

ABNT – NBR 6467: 2006. Agregados - Determinação do inchamento de agregado miúdo - Método de ensaio.

ALVES.J.D. “Manual de tecnologia do concreto”. 2ed.Goiânia:EditoraUFG,1982.

BARBOSA, M.R.; BASTOS, P.S.S. “Traços de concreto para obras de pequeno porte”. In: Concreto e Construção, Vol. XXXVI, IBRACON, p. 32-36, 2008. Disponível em: . Acessado em: 28 abr. 2018

BENATTI, L.B.; AZAMBUJA, M. A. “Reciclagem de vidro como alternativa para concreto”. In: Revista nacional de gerenciamento de cidades, [S.l.], v. 04, n. 26, p. 16-27, 2016. Disponível em: . Acessado em: 05 mar. 2018.

CEMPRE – COMPROMISSO EMPRESARIAL PARA RECICLAGEM. “Vidro”. Disponível em . Acessado em: 30 abr. 2018.

FÁVERO, R. “Avaliação da utilização de sucata de vidro como adição mineral frente à sílica ativa e como agregado miúdo artificial na produção de materiais à base de cimento”. 2009. 87 p. Faculdade de engenharia civil (Curso de Engenharia Civil.)- Escola de Engenharia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul., Porto Alegre, [2009?]. Disponível em: . Acessado em: 25 abr. 2018.

FERRARI, G.: JORGE, J. “Materiais e Tecnologias”. São Paulo: Universidade Bandeirantes. (Notas de aula). Disponível em: < http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAcdUAL/apostila-materiais-tecnologias>. Acessado em 25 abr. 2018.

GRAÇAS ROTH, C. das.; MELLO GARCIAS, CARLOS. “Construção Civil e a Degradação Ambiental”. Desenvolvimento em Questão. 2009, 7 Disponível em: ISSN 1678-4855. Acessado em 20 abr. 2018.

LA SERNA, H. A. de; REZENDE, M. M. “Agregados para a Construção Civil”. Economia mineral do brasil, Brasília, p. 602-635, jan. 2009. Disponível em: . Acessado em: 29 mar. 2018.

LÓPEZ, D.A.R.; AZEVEDO, C.A.P. de; BARBOSA Neto, E. “Avaliação das propriedades físicas e mecânicas de concretos produzidos com vidro cominuído como agregado fino”. Cerâmica, v. 51, p. 318-324, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ce/v51n320/29526.pdf>. Acessado em 15 abr. 2018.

MARQUES, A. C.; RICCI, E. C.; TRIGO, A. P. M.; AKASAKI, J. L. “Resistência Mecânica do Concreto Adicionado de Borracha de Pneu Submetido à Elevada Temperatura”. Anais das XXXII Jornadas Sulamericanas de Engenharia Estrutural. Campinas São Paulo. 2006. Disponível em: http://revista.fct.unesp.br/index.php/topos/article/view/2506/2239>. Acessado 15 abr. 2018.

MIRANDA JR, E.J.P; PAIVA, A.E.M.; In: 56º Congresso Brasileiro de Cerâmica, 1º Congresso Latino-Americano de Cerâmica, IX Brazilian Symposium on Glass and Related Materiais, 2012, Curitiba, PR, Brasil. “Influência dos resíduos vítreos na resistência a compressão axial do concreto de cimento Portland”. 2012. Disponível em: . Acessado: 18 abr. 2018.

NEVILLE, A.M; “Propriedades do Concreto”. 2ed.São Paulo:Pini,1997. Tradução de Salvador E.Giammusso.

NOGUEIRA, G. R. F. A. Extração de areia em cursos d'agua e seus impactos: Proposição de de uma matriz de interação. 2016. 74 p. Trabalho de conclusão de curso (CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA)- Faculdade de engenharia, Universidade federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, [2016?]. Disponível em: . Acessado em: 25 abr. 2018.

NOGUEIRA, K. A. “Reação álcali-agregado: Diretrizes e requisitos da ABNT NBR 15577/2008. 2010”. 93 p. Monografia (Curso de Especialização em Construção Civil)- ., Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, [2010?]. Disponível em: . Acessado em: 25 abr. 2018.

RIBEIRO, A. O. “Study of the residue of the polishing glass for incorporation in Portland cement mortars”. 2015. 87 f. Dissertação (Mestrado em Engenharias) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015. Disponível em: . Acessado 25 abr. 2018.

RIGHI, D. et al. “Efeitos da Substituição de Areia por Vidro Moído no Comportamento de Concretos em Elevadas Temperaturas”. Engenharia Estudo e Pesquisa, [S.l.], v. 11, n. 2, p. 28-35, jul. 2011. Disponível em: . Acessado em: 26 abr. 2018.


Apontamentos

  • »